quinta-feira, 4 de setembro de 2008

11h36m

Foi o tempo que ficou para a história.
Não era o tempo que queria à partida, mas analisadas (agora a frio) as adversidades e contratempos, foi o resultado possível, cumprindo assim o meu SONHO. (ver post do relato da Travessia)

O blog “O Sonho da Mancha” termina aqui e…
Não, não há nada definido para uma próxima Aventura.

Agora é descansar e aproveitar o tempo livre que “apareceu” com a ausência de treinos.
Novos Projectos extra-Natação aproximam-se e por isso mesmo as novidades aquáticas terão de ficar para 2009.

Beijos e Abraços a Todos,
Nuno Vicente

segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Cheguei

Já estou de volta. Cheguei ontem eram cerca das 15h e tinha uma bela comitiva de recepção!

Para quem vinha à espera de encontrar só os pais e irmão, foi muito bom ver além deles muitos outros amigos e colegas de equipa (CNTN) presentes. Obrigado pela recepção e t-shirt que será religiosamente guardada.

Obrigado pelo apoio!

domingo, 24 de agosto de 2008

sábado, 23 de agosto de 2008

sexta-feira, 22 de agosto de 2008

Em Liverpool

Foto tirada a 20-08 em Liverpool, à porta do local de estreia dos históricos "The Beatles", na não menos famosa, "The Cavern".
À noite deu mesmo para assistir a dois concertos de "covers", com principal destaque para a musica "Love Me Do"...

quinta-feira, 21 de agosto de 2008

Bye Bye

Foto tirada a 16-08-2008, na despedida antes do regresso dos meus pais, irmão e Pascoal a Portugal.

quarta-feira, 20 de agosto de 2008

Férias

O sul de Inglaterra e o País de Gales já ficou para trás. De momento estou por Liverpool, a terra dos Beatles.

Na foto podem ver-nos no espectacular Stonehenge! Dia 31 de Agosto estamos de volta…

sexta-feira, 15 de agosto de 2008

Sonho concretizado mas em forma de pesadelo!

Estou de volta. Ainda que não recuperado a 100%, aqui deixo os meus votos de agradecimento a todos os que apoiaram esta Aventura (ver listagem na lateral do blog) e a todos aqueles preocupados que não dormiram esta noite (tal como eu) preocupados com o desenrolar da Travessia.

O Sonho tornou-se um pesadelo desde muito cedo (22h00), ainda no barco antes da partida já estava enjoado com as ondas e cheiro a gasóleo do barco. Depois de iniciar a Travessia tive cerca de uma hora a lutar contra ondas pequenas mas muito pouco intervaladas que não permitiram grande margem de progressão, além de me fazerem enjoar ainda mais. Os comprimidos e cuidados prévios, não foram suficientes para evitar este problema. Talvez tenha jantado de mais (pelas 19h00), talvez tenha sido de nadar tanto tempo às escuras (não me parece) ou talvez fosse mesmo este o destino traçado.

Antes do 3º abastecimento às 1h20 de Travessia tive o meu primeiro grande vómito. Mesmo com condições de mar bem mais calmas e propicias a um nado mais rápido (aqui estava bem mais rápido) não me passou o enjoo e comecei a ficar preocupado, q depois de cada abastecimento, ia deitando tudo fora aos poucos e numa agonia nunca antes vivida. Esta foi a pior fase e a única em que me passou pela cabeça desistir.

Até às 8h00 de Travessia insisti em ingerir os gel’s as apenas com água ou gurosan, a ver se o problema pelo menos se atenuava. Depois disso e com a certeza que mais cedo ou mais tarde terminaria a Travessia, sem que o tempo me agradasse, optei por deixar de ingerir os meus gel’s energéticos e passar apenas a beber chá para ver se pelo menos deixava de vomitar. Revelou-se uma aposta correcta, embora tenha ficado cada vez mais fraco e a nadar cada vez mais lento, o meu maior stress (vómitos constantes) desapareceu.

Quase sem forças vi França a aproximar-se e ainda tive a companhia do Pascoal dentro de água para um incentivo final. A Filipa também deu um mergulho e foi a terra dar-me o 1º beijo de Parabéns. Sonho cumprido!

Obrigado mais uma vez a todos pelo carinho demonstrado.

Abraços de Inglaterra,
Nuno Vicente

O NUNO VICENTE CONSEGUIU ATRAVESSAR O CANAL DA MANCHA!!!

Apesar das condições físicas adversas que o acompanharam durante todo o percurso o Nuno Vicente conseguiu efectuar a travessia do Canal da Mancha em 11h e 36min (tempo não oficial.

O SONHO FOI CONCRETIZADO!

VIVA O NUNO VICENTE!
VIVAM OS HÉROIS DA MANCHA!
VIVA A NATAÇÃO PORTUGUESA!
VIVA PORTUGAL!

Travessia - Nona hora de prova

Já se vê a praia…
Está próximo da bóia de sinalização da costa.
Talvez mais uma hora.
Nas condições físicas adversas em que decorreu a prova regista-se, nesta altura, um esforço acumulado muito grande, pelo que são patentes as dificuldades para fazer as últimas milhas.
Está quase, quase, quase….

Travessia - Oitava hora de prova

Mantêm-se as condições anteriores. Finalmente é de dia.
Na opinião do elemento do júri que acompanha a prova ainda faltarão cerca de duas horas para chegar à costa, ainda que pareça menos.
Já se vê a França.
Parece que já faltou mais…

Travessia - Sétima hora de prova

Já há alguns raios de luz.
O Nuno já está mais bem disposto. Diz que quando chegar vai comer uns “Murphins”.
O piloto calcula que as condições do mar vão melhorar.
Houve lapso na medição anterior do júri e só agora é que faltam 12 km para atingir a costa.

Travessia - Sexta hora de prova

Muitas dificuldades nas ligações.
Mas parece que as coisas estão a melhorar.
Já voltou a comer. Está ultrapassada a zona de tráfico mais intenso.
Encontra-se a cerca de 12 km da costa.
A maré vai mudar.
Vamos lá. Já faltou mais.

Travessia - Quinta hora de prova

O Nuno voltou a vomitar e não quer comer mais nada.
Será que se vai aguentar?
Apesar de termos publicado os últimos comentários, informamos que o nome do barco que acompanha o Nuno é o “SEA VENTURE II”.

Travessia - Quarta hora de prova

Parece que as coisas estão a evoluir melhor pois os produtos ingeridos devem estar a fazer efeito.
Têm-se cruzado com grandes navios mas a uma distância considerável.
Vamos lá Nuno. Força.

Travessia - Terceira hora de prova

Mantêm-se os efeitos do enjôo o que tem vindo a condicionar o desempenho do Nuno.
Esperemos pelo evoluir dos acontecimentos, desejando que o atleta possa recuperar rapidamente.

Travessia - Segunda hora de prova

Durante este período o Nuno sentiu-se enjoado tendo vomitado por três vezes. Pela informação que recolhemos, não tanto pela efeito da ondulação enquanto nadava, mas sim devido ao período de deslocação por barco entre o porto e a praia. Esperamos que este incidente não traga condicionamentos futuros, pois o ritmo continua a ser considerado bom.

quinta-feira, 14 de agosto de 2008

Iniciou-se a Travessia do Canal da Mancha!

O Nuno saiu do porto de Dover às 20,30 h tal como consta do post anterior. No entanto, a prova teve o seu início às 22h de acordo com o cronómetro do júri.
Decorrida uma hora da prova o ritmo foi considerado bom pelo piloto. As condições de mar apresentam alguma ondulação mas inferiores às registada na prova de Farilhões- Peninche (Junho 2008). Os contactos telefónicos não estão a ser fáceis, pois os apitos do barco são frequentes com vista a manter a proximidade do nadador do barco.

Falta pouco tempo para o Nuno iniciar a Travessia!

O Nuno esteve a descançar durante a tarde para acertar as horas de sono.
O nadador, a Filipa e o Pascoal vão apanhar o barco no porto de Dover por volta das 20,30h. O barco desloca-se para uma praia a cerca de 5km do porto. O Nuno terá que nadar até à praia donde iniciará a travessia. Infelizmente não podemos - os pais e o irmão, estar nessa praia no momento da partida.
O vento parece estar a acalmar mas o mar ainda apresentava à pouco alguns "carneirinhos" e não está a chover.
O Nuno está muito bem disposto e confiante.
Vamos todos fazer força para que o sonho se concretize!

Partida antecipada

Olá. Sou a mãe do Nuno e hoje vou ser eu aqui a dar as notícias em directo.
A hora de partida foi antecipada para as 22h00.
Vão ficando à espera de todas as novidades e do evoluir da Travessia.

Boa Sorte Filho,
Muitos Beijinhos

O Meu Barco


video

Cuidado com os carros (do lado contrário)


video

quarta-feira, 13 de agosto de 2008

Último treino, tudo pronto!

Depois do “stress” de ontem com a cana a partida, hoje esteve tudo bem mais calmo.

Acordar as 3 da manhã para ver a transmissão dos J.O (eu tenho feito isso todos os dias, mas só ontem (Filipa) e hoje (Vice) é que tive companhia).

Ao fim da tarde, graças ao engenho da Filipa e à simpatia de todos as pessoas a quem recorremos até agora, a cana ficou pronta, tal como a maioria do equipamento que vamos levar para o barco (câmaras de filmar, maquinas fotográficas, gel’s, bebidas, cronómetros, equipamentos de reserva para qualquer eventualidade, comprimidos para enjoo, telemóveis carregados, “channel grease” e lava louça, light-sticks, impermeáveis etc.).

Pelas 20h00 último treino (esperamos nós) antes da travessia, com corrente ainda mais forte que ontem, 6 minutos em direcção ao pontão, 24 minutos! até ao ponto de partida.

Agora é só esperar pela anunciada mudança de tempo e nadar até França.

Força Vice!!!

Pascoal Mendes

Porra! Parti a Cana!

Dia 12 de Agosto, 20h30, penúltimo treino (bem leve, era para ser 20 minutos mas as correntes obrigaram a 29 minutos) antes da previsão de partida. Vento e corrente bem fortes (ida em 8 minutos e frequência média de 57 braçadas, volta em 21 minutos e frequência média de 61 braçadas) e temperatura exterior nada agradável. Céu a escurecer rapidamente e lua como testemunha.

Ao acompanhar o “Vice” na primeira parte cai duas vezes (correr nas pedras destas praias não é nada fácil), infelizmente não foi o pior deste dia. Na segunda parte e com a forte corrente contra não precisei de correr, antes pelo contrario. Conforme previamente combinado, íamos treinar mais uma vez o abastecimento com o equipamento composto por uma cana de pesca que enrosca num cesto colocado em cima de flutuadores onde são colocados dois bidões com as bebidas e uma seringa com gel (ver foto).

Como vem acontecendo todos os dias, muitas das pessoas que encontro ao longo do percurso (que têm sido muito amáveis e encorajadoras) metem conversa e tentam obter informações sobre a única pessoa que está na água (estamos a cerca de 8 km de Dover e poucos nadadores devem frequentar esta zona). Um pescador aborda-me e pergunta-me como é possível nadar contra aquela corrente, e aproveita ainda para brincar sobre a minha segunda queda que foi junto do mesmo.

Mesmo antes de chegar à zona de abastecimento a Filipa vem ter comigo, a zona onde ela se encontrava, completamente isolada e às escuras, estava mal frequentada. Ficou ela a acompanhar os últimos minutos do treino enquanto eu me preparei para entrar na água com o equipamento para o abastecimento e aí começam as coisas a correr mal: a seringa saltou da mola, pousei a cana para voltar a prendê-la, mas neste momento (num local que me pareceu seguro em relação a rebentação das ondas) uma onda mais forte apanha-me, com a cana e o cesto no chão e a força da onda acaba por partir mesmo o nosso equipamento para os abastecimentos.

Só me apeteceu partir o resto da cana…após um belo duche bem quente fiquei mais animado.

Amanhã é dia de arranjar o equipamento para o abastecimento!



Pascoal Mendes
(texto de ontem de noite...)

Treino de um Abastecimento


video

Alimentação ao longo do Canal

Ficou definido, entre mim, Filipa e Pascoal, logo após a Maratona Farilhões Peniche (7h05m), que o primeiro abastecimento será aos 30 minutos de prova e que a frequência de abastecimentos será de 25 minutos até às 4h15m e de 20 minutos daí até final.

Além disso, as conclusões vão para que só em último caso ingira chá quente, que embora seja muito bom ao nível do conforto, aumenta para o dobro a quantidade de líquidos ingeridos, o que me obriga a “evacuar” o dobro dos líquidos e a estar parado mais tempo no fim dos abastecimentos.

Por isso mesmo os abastecimentos vão ser apenas e só de um EXTREME GEL 40g (gel energético da GoldNutrition) e 250ml de GoldDrink (bebida isotónica da GoldNutrition). A partir de certa altura e em função das minhas sensações, a bebida isotónica será alternada com água.

terça-feira, 12 de agosto de 2008

Parece que vou partir 5ª

Mas 5ª quase 6ª! A hora prevista para a partida é das 23h30 minutos da próxima 5ª feira, ou seja daqui a praticamente 60 horas…

A confirmar-se, vou nadar cerca de 6 horas completamente às escuras e “aterrar” em França entre as 9h e as 11h da manhã de 6ª feira.

Estas novidades foram-me apresentadas há poucos minutos pelo piloto que me ligou a contar que nunca tinha visto um Agosto com tanto vento e que a minha janela de oportunidade terá mesmo de ser esta, já que são esperados ventos fortes novamente a partir da tarde de 6ª feira.

Assim, o meu treino que ia acontecer daqui a pouco ficou adiado para o fim da tarde, pelas 20h. Amanhã também será assim. Estes dois treinos serão de cerca de 30 minutos e serão realizados com o fato de banho de prova e com um abastecimento com todas as novidades da minha cana prontas para os acertos finais.

Vou ainda tentar dormir uma sesta a meio da tarde de 4ª e 5ª e começar já hoje a deitar-me à noite mais tarde de forma a preparar o corpo para passar a noite-madrugada de 5ª/6ª bem desperto!

- Previsões Metrológicas no local de partida: Dover (Praia de Shakespeare)
- Previsões Metrológicas no local de chegada: Wissant (Cabo Gris Nez)
- Tabela das Marés em Dover

Gulosos

Socorro! Estes dois elementos do meu STAFF são muito gulosos e uns péssimos conselheiros da minha alimentação…

Ontem andaram à procura de farinha depois de terem comprado Nutela e Canela… Agora estão a fazer nem sei bem quantos quilos de panquecas…



O que vale é que tenho ali uma caixa cheia de pacotes de gel energético muito saborosos…




video

Dormir a 3200 metros de altitude

Desde Janeiro de 2008 tenho dormido numa tenda de simulação de altitude de forma a complementar a minha preparação para a Grande Travessia do Canal da Mancha.

A empresa americana HIPOXICO que me vendeu o equipamento, aparece como uma das entidades que me apoia, porque lhes “cravei” um desconto de alguns dólares americanos…

No primeiro mês adaptei-me ao equipamento a dormir no nível 3 (equivale a 1200 metros). Depois desta fase fui acrescentando meio nível (200 metros) a cada semana, até ao nível 6 (2400 metros). Depois fiz uma pausa de 15 dias até à Travessia Bouçã – Castelo de Bode (54km em dois dias em 13h44m).

Uma semana depois dessa Travessia voltei ao nível 5 (2000 metros) e a acrescentar meio nível (200 metros) a cada semana, até ao nível 7,5 (3000 metros). Depois fiz uma pausa de 15 dias até à Travessia Farilhões – Peniche (24km em 7h05m).

Uma semana depois dessa Travessia voltei ao nível 6 (2400 metros) e a acrescentar meio nível (200 metros) a cada semana, até ao nível 8 (3200 metros), mantendo-o até à semana antes de vir para Inglaterra.

Nessa fase de readaptação à dormida ao nível do mar, o corpo respondeu de forma estranha ao esforço, ainda por cima numa fase em que a carga de tempo/quilometragem começou a diminuir – o denominado “tapper”.

Os treinos de domingo e 2ª (ambos de 1h05m) demonstraram que esse “tapper” está no bom caminho e que o pico de forma será no memento certo. Agora é só ter calma e nos próximos dias tentar não exagerar na intensidade dos treinos para poder carregar as ultimas “baterias”.

segunda-feira, 11 de agosto de 2008

Vai-te embora Ó Tempestade!

A pedido de muitos e bons visitantes do blog, aqui vai o meu primeiro post. Fez ontem uma semana que chegámos e não poderíamos estar mais bem instalados – mesmo de frente para o mar.

Apesar das peripécias iniciais e de alguma apreensão face às condições meteorológicas dos últimos dias, reina a tranquilidade neste “pequeno palácio” de três pisos onde nos temos divertido imenso. Primeiro o Monopólio, depois a Batalha Naval, os passeios nas redondezas e agora os Jogos Olímpicos têm feito parte das nossas distracções e proporcionam ao Nuno o necessário descanso (físico e psíquico) para a tão desejada travessia do Canal da Mancha.

Por agora o que mais atormenta o nosso Protagonista é a falta de internet, que é normalmente e a seguir à natação a “necessidade fisiológica” que mais o consome.

Tudo farei para que este tempo de espera pareça bem curto e espero que o Grande Dia traga consigo a tão desejada felicidade de alcançar terras francesas como se de um continente desconhecido se tratasse.

Desejo que a travessia seja desfrutada ao máximo e a cada braçada, ao sabor do vento e das marés, sem olhar a horas ou a tempo de chegada, porque O AMOR PELA NATAÇÃO É TANTO que acredito que o prazer de a ir conquistando será mais memorável que a sensação de a ter concluído.

P.S.: As minhas sopas são “magníficas” e merecem bem todas as varinhas mágicas que tivermos que comprar… Afinal são uma boa forma de incluir espinafres na alimentação do “Popey” e de garantir uma nutrição adequada à situação, ou não fosse esta a função que me foi destinada nesta façanha.

Um grande abraço a todos aqueles que nos acompanham e acreditam!

Filipa Cartaxo

Vota na Berlenga

Vota na Berlenga para Maravilha da Natureza em:
www.new7wonders.com/nature/en/BerlengaIslands/

Mais informações em http://www.cm-peniche.pt/

Obrigado a todos para contribuírem para a nomeação.
Ajudem também a divulgar.
Abraço para Peniche!

domingo, 10 de agosto de 2008

Heróis do Mar

O título é do Jornal Record de 11-06-2008, a seguir à espectacular Aventura de 24km entre os Farilhões (Ilhas do Arquipélago das Berlengas) e Peniche. Um grande Abraço para Peniche, sem duvida as minhas duas melhores recepções de sempre! (clicar na imagem para ler)




sábado, 9 de agosto de 2008

Expectativas Adiadas

O treino desta manhã teve apenas 45 minutos, já que esperava pela hora do almoço ter novidades para uma partida em breve. Pelas 12h30, o meu piloto ligou-me a explicar que uma baixa pressão vai trazer ventos muito fortes para os próximos dias.

Os prognósticos apontam para melhoria de condições a partir de 4ª feira, abrindo hipóteses de saída na 5ª (dia 14), 6ª (dia 15) ou sábado (dia 16 – já fora da minha janela contratual). Agora é esperar, continuar a treinar em intensidades médias cerca de 1 hora nos próximos 3 dias.

Varinha mágica

A calma impera e as expectativas continuam a ser a melhores.

Entretanto vou continuar a comer alguns “Muffins” e sopinha da Filipa. Por falar em sopas, no 1º dia comprámos uma farinha que entretanto já deu o berro. Hoje já temos nova varinha :)

Beijocas para Portugal

Os principais, vão directamente para as 3 mulheres do Pascoal, que me deixaram raptá-lo por estes 10 dias tão importantes. Mil Beijos para a Ana, Soraia (3 anos) e Rafaela (4 meses).

Já agora que estou numa de enviar Beijos para Portugal, aqui vão mais uns quantos para o Sardinha e Leonor que acabaram há uns dias de acertar o seu casamento para 2009. Só espero não vos fazer a mesma desfeita que fiz ao Sousa e Patrícia que se casaram este ano na véspera dos Farilhões-Peniche… Abraço a toda a malta da “Brigada” que está à espera de poder ter o velho “Captain” de volta para os festejos!!!

sexta-feira, 8 de agosto de 2008

Amanhã já devo ter data e hora de partida

Fiquei de ter amanhã antes do almoço uma conversa telefónica com o meu piloto para em principio definir todos os aspectos relacionados com a partida da minha travessia.

Aquilo que quero ouvir é:
- data/hora de partida da travessia
- hora que tenho de estar no porto de Dover para o embarque
- local de partida da Travessia

Se tudo for como o previsto ontem, a partida será 2ª ou 3ª feira pela madrugada, à imagem do que o Miguel fez. Estou à espera de todas estas decisões com muita tranquilidade e sem pressas. Se tiver de esperar até 5ª ou 6ª, que assim seja.

NOTA: O tal nadador irlandês que conheci domingo passado, partiu na 4ª feira para a sua tentativa superar o English Channel com o meu piloto, desistiu ao fim de 3h30m, depois de aconselhado a parar pelo piloto, já que estava a nadar muito lento e quase não progredia em direcção a França. Espero uma sorte bem diferente para mim.

Parabéns Miguel

A magia da conquista de terras francesas foi conseguida ontem após 9h30m de braçadas pelas 13h28 horas da tarde. A partida foi pelas 3h58 da madrugada, o que obrigou a nadar cerca de 2 horas às escuras. Parabéns!!!

Treinos de 5ª e 6ª

Ontem e hoje voltei a ficar-me por Deal, mesmo à porta de casa, para treinar. Foram dois treinos de 1h05m bastantes diferentes. Ontem completamente à chuva e com muito frio cá fora e hoje sem qualquer pinga de chuva e com alguns raios de sol intermitentes.

Ontem a Filipa apanhou uma molha brutal! Valeu-lhe o casaco do Champanhe MUMM que lhe emprestei, que lhe ajudou a não deixou a água chegar aos ossos…

Como o Pascoal chegou ontem, ele e a Filipa hoje já ensaiaram a disposição da cana de abastecimento que eu tive oportunidade de testar por duas vezes. Opinião bem positiva. Há que agradecer ao Tio Jacinto (da parte da Filipa) pela construção desta cana de alta tecnologia. A patente está à venda por valor a negociar…

quinta-feira, 7 de agosto de 2008

Sou o próximo

Ontem o meu piloto saiu para o mar com um nadador irlandês que conheci no domingo passado. Ainda não sei do desfecho desta Travessia, mas fico assim a saber que o seu próximo nadador sou EU…

Miguel a meio Canal

A esta hora provavelmente até já passou a meio do Canal. A sua partida foi dada por volta das 3h da madrugada, numa praia pequena a sul de Shakespeare Beach. Esperamos que pelas 13h, já tenhamos notícias positivas com o desfecho desta enorme Aventura.

BOA SORTE MIGUEL!!!

quarta-feira, 6 de agosto de 2008

Como foram os meus primeiros dias? Só AZARES!

Sem internet!!! Este sem duvida foi um facto marcante e que obviamente me deixou um pouco em baixo, mas outros “pequenos” azares também fizeram crescer a preocupação.

Mal cheguei a Londres (Heathrow) começaram os contratempos. Primeiro, a caixa onde trazia a minha nova cana de abastecimento (de 5 metros!) nem sequer levantou voo de Lisboa, porque toda a bagagem de formato especial ficou em terra… enfim! Pior que lixado lá perdi uma hora até poder dar baixa da caixa e de preencher toda a (difícil) papelada. Hoje de manhã quando voltei do treino já tinha a cana à minha espera. Uf, menos um problema.

O segundo stress em Heathrow teve haver com o aluguer do carro. Aluguei na Budget já há uns bons meses, porque o preço desta empresa para que aterrasse em Heathrow era realmente espectacular – 420 libras por 29 dias!!! Ao chegar ao stand, informaram-me que não tinha qualquer carro de classe A, nem B e que não me iam dar um de classe C pelo mesmo preço. Conclusão, mandaram-me para uma outra empresa “amiga” e disseram-me que ia pagar as 420 libras lá e que 2ª feira me devolviam esse mesmo dinheiro e que pagavam a diferença… Ao chegar ao novo stand, tive de pagar o valor deles (570 libras) e pressionar a Budget a fazer-me o pagamento de 570 em vez dos 420… prometido para 2ª… Hoje é 4ª e nada… quem atende os telefones lá diz sempre que é com o chefe e que ele não está… Concelho obvio: Nunca aluguem na Budget!

Depois a caminho de Deal, o GPS que a Filipa comprou para nos ajudar com as direcções, mapas e pontos de atracção turística, estava desconfigurado… só 2 dias depois percebi que uma das funções dos mapas estava desligado. Ainda bem, é que a casa onde estou é tão perto do mar que o GPS antes marcava-a dentro de água, hahahah. Agora já não tem nada que enganar, até consegui dar com a casa do Arrobas ontem à tarde com a maior das facilidades.

Relativamente aos treinos, com os atrasos de sábado acabei por não nadar, uma vez que chegado a Deal aproveitei para fazer as compras necessárias a um desportista que tem sempre feito as refeições em casa, para se poder alimentar da melhor forma. Nada dos habituais fast-food que há por aqui. Depois todos os dias têm tido um treino matinal de 1 hora, domingo em Dover, onde depois pude estar à conversa com todo o STAFF da CSA e com o meu piloto, que inclusive me levou a conhecer por dentro o barco dele. Os treinos de 2ª (1h00m), 3ª (1h05m) e hoje (0h50m) foram mesmo à porta de casa, só atravessar a rua e mergulhar no mar com um olhar desconfiado em direcção a França que tem estado quase sempre fora de alcance. Hoje de tarde volto à água para treinar entre 30m a 45m, talvez para os lados de Folkestone…

O Miguel era para partir hoje, mas por qualquer razão o piloto dele (que é diferente do meu) optou por adiar para amanhã ou 6ª a tentativa dele. Estes pilotos de barcos embora tenham GPS’s de primeira geração nos barcos e acesso à internet e TV, não consultam nada disso… olham para o céu, para o mar e decidem quando é que será a melhor oportunidade.

O meu piloto na conversa de domingo passado fez-me passar a ideia que a minha melhor altura para fazer a tentativa seria sair às 9 horas da noite do dia 10 (domingo) ou às 3 horas da madrugada seguinte… claro que fiquei em pulgas. Quando há 2 anos preparei com o Pascoal a travessia nocturna em Castelo de Bode, nunca pensei vir a poder fazer o English Channel todo às escuras… De qualquer forma, vou esperar até amanhã à noite para lhe telefonar e ver como estão as previsões dele, já que as do windguru ontem deixaram-me preocupado…

Como o texto já vai longo e sei que vou poder ter mais net nos próximos dias, fiquem à espera de novidades em breve. Abraços para PORTUGAL!

FOTO 1: Com o meu piloto - Ray Cooper
FOTO 2: Com o presidente (Michael Read) e a vice-presidente (Montserrat Tresserras) do CSA

TV Inglesa

Os britânicos são famosos pela sua comédia, mas a maioria das TV’s, Jornais e Revistas apostam principalmente no sensacionalismo.

Hoje o Jornal das 13h da ITV1 abriu com o caso McCann, e com o possível aparecimento de Madeleine em Amesterdão há já alguns meses. Dizem que a policia Portuguesa abafou o “facto” dos pais e dos meios de comunicação ingleses… depois 2 ingleses presos em Pequim por protestos relacionados com o Tibete… depois o caso dos ratos nos Hospitais Ingleses (lol, ainda nos queixamos do nosso sistema nacional de saúde!).

Nos tempos livres, além da TV, tenho jogado Monopólio contra a Filipa (estou a perder 2-1 e não estou nada contente com isso!) e conhecido um pouco das localidades mais próximas de Deal.

FOTO: Com a Rainha das festas de Dover :)

terça-feira, 5 de agosto de 2008

Previsões Metrológicas no Mar

Não percam diariamente a descrição das condições meteorológicas nas zonas de partida e chegada e a sua previsão para os 7 dias seguintes.

- Previsões Metrológicas no local de partida: Dover (Praia de Shakespeare)
- Previsões Metrológicas no local de chegada: Wissant (Cabo Gris Nez)

DATA PROVÁVEL DA MINHA PARTIDA: dia 10 à noite

O Meu Barco & STAFF de apoio

O barco que me vai acompanhar na Travessia do Canal da Mancha é o Sea Venture II. Tem 9,76 metros de comprimento e é pilotado por Ray Cooper, um dos mais experientes pilotos destas Travessias.
Em princípio a constituição da equipa de apoio directo será:
Ray Cooper - piloto principal
Por designar - segundo piloto (são muitas horas no mar e há a necessidade de se revezarem)
Por designar - observador da CSA (árbitro da Associação de Travessias do Canal)
Filipa Cartaxo (minha namorada) - responsável pela minha alimentação
Pascoal Mendes (meu treinador) - responsável por me tirar da água se tal vier a ser necessário

Além deste pessoal a bordo, a família (pai, mãe e irmão) estarão em Dover à espera de boas notícias e da chegada de todos de volta a Inglaterra para festejar.

Portugueses na Mancha

Joaquim Baptista Pereira foi o único português a ter sucesso na Travessia do Canal da Mancha. A 21 de Agosto de 1954 fez a sua 1ª tentativa e com sucesso atravessou o Canal da Mancha em 12 horas e 25 minutos. Nesta ocasião sagrou-se mesmo vencedor da prova e com recorde mundial. Na foto anexa (tirada por mim no Museu de Dover) pode-se ver Batista Pereira juntamente com a vencedora feminina da mesma edição – Brenda Fisher.

Passados 5 anos, a 27 de Agosto de 1959 voltou a conseguir concluir a Travessia mas em 13 horas e 12 minutos e no 4º lugar. Na época a Travessia era realizada em formato de prova, hoje em dia impera a regra do solitário que eu terei de enfrentar.
Depois dele outros portugueses tentaram, mas todos sem sucesso e há já mais de 20 anos.

- Ver Currículo Desportivo de Baptista Pereira (In Site da Freguesia de Alhandra)

O Meu Equipamento

Além desta touca (atenção que nem se pode levar duas!), só levo mais os óculos, pinça para o nariz (para não entrar água e cheiro do gasóleo dos barcos), relógio e o obvio fato de banho… tudo o resto que necessito vai estar no Barco.

- Ver todo o tipo de equipamento usado em Treino (in OWP)


segunda-feira, 4 de agosto de 2008

Todas as Aparições Televisivas











A apresentação começa com o Telejornal da RTP de 13 de Maio de 2006, após a Travessia Alhandra – Parque das Nações. Foram 21km em pleno Rio Tejo, na nossa primeira grande Aventura. O último vídeo é do programa Curto Circuito (SIC RADICAL) de dia 21-07-2008, na nossa despedida para Inglaterra. Pelo meio ficam outros 39 vídeos… se tiverem paciência explorem esta galeria (ver listagem).

Recorde da Travessia do Canal da Mancha

O recorde pertence desde dia 24 de Agosto de 2007, ao búlgaro Petar Stoychev no tempo de 6h57m50s! O anterior máximo pertencia ao alemão Christof Wandratsch desde 2005 com o tempo de 7h03m52s.

No link seguinte não percam a comparação entre estas duas espectaculares performances de 2 nadadores profissionais e por várias vezes medalhados em Campeonatos do Mundo. (Ver Comparação)


A foto seguinte foi tirada, aquando do recente Campeonato do Mundo de Águas Abertas em Sevilha (2-4 Maio).

domingo, 3 de agosto de 2008

Vamos apoiar a APSA

As travessias que já fizemos e a que nos temos proposto, foram aventuras que nos levaram a conhecer e desafiar os nossos limites físicos e psicológicos. Foram momentos de grande esforço e sofrimento, e chegar ao fim constituiu sempre uma enorme alegria e satisfação.

Têm sido desafios pessoais. No entanto fazer por fazer, apenas para podermos dizer que chegámos ao fim, já sabe a pouco.

É essa a razão pela qual decidimos aliar estas nossas aventuras a algo mais. Decidimos ajudar a APSA – Associação Portuguesa de Síndrome de Asperger. Esta Associação pretende apoiar os pais, professores e amigos dos portadores de Síndrome de Asperger e promover iniciativas de formação e sensibilização junto da sociedade em geral, visando sempre uma total integração do portador de Síndrome de Asperger.

- Ver forma de apoiar a APSA (In OWP)

sábado, 2 de agosto de 2008

White Cliff of Dover by Vera Lynn

Quase que aposto que ninguém alguma vez ouviu esta musica. Mas toda a emoção que se aproxima está aqui bem vincada. Aproveitem também as imagens da chegada a Dover por via marítima.

Neste momento estou a sobrevoar o Canal… isto da Internet e dos Blogs é mesmo fantástico. Abraços!





Resumo Histórico da Travessia do Canal da Mancha

O homem que deu início a esta loucura da Travessia do Canal da Mancha foi o comandante Matthew Webb, um marinheiro musculoso que, em Agosto de 1875, cumpriu a distância em 21 horas e 45 minutos.

A sua rota em ziguezague acabou por ficar em 39,5 milhas, oportunidade em que o Presidente da Câmara de Dover declarou: "Não acredito que, na história do mundo, se volte a realizar tal feito."

A história deu-lhe razão ao longo de 36 anos, apesar de nesse interregno, outros 70 bravos terem tentado a sorte. Mas, em 1911, T. W. Burgess conseguiu igualar a proeza. Doze anos depois, seguiu-se mais um sucesso, desta feita conseguido por uma americana perseverante, Henry Sullivan, que nadou durante 26 horas e 50 minutos.

Na década de 20, o desafio pegou, incentivado por um prémio de 1000 libras. Dorothy Logan arrebatou a quantia, limitando-se a nadar despreocupadamente para fora da vista, até um barco que a aguardava e que depois a transportou até próximo da costa francesa. Após este incidente, constitui-se a “Chanel Swimming Association”, para estabelecer as regras.

A Travessia do Canal, que fica entre a França e a Inglaterra, deve começar em praias e terminar em praias ou em rochedos. Os nadadores têm direito a receber alimentos durante a prova, mas não podem tocar no barco ou em mãos que os auxiliem.O único equipamento permitido é roupa de banho não-isotérmica, touca, óculos, vedadores de narinas, borrachas para os ouvidos, óleos e um bastão luminoso à noite.

A distância em linha recta é de 34km, mas os nadadores percorrem sempre uma distância maior devido às correntes. A temperatura da água é muito fria, sendo a média de 14 graus Celsius.

Nos heróicos, mas pouco científicos, velhos tempos, os nadadores comiam de tudo, desde pudim de arroz a frango assado.

Oficialmente menos de 10% das tentativas de Travessia do Canal tem sucesso e apenas cerca de metade dos nadadores que fizeram a travessia, receberam o certificado oficial, dado pelo Channel Swimming Association, que fiscaliza todas as travessias do canal.

sexta-feira, 1 de agosto de 2008

O meu último treino em Portugal…

… vai ser hoje pelas 18h00 na Praia de Carcavelos em Cascais. A novidade é que me podem acompanhar em vídeo (em tempo real), clicando neste link.



Amanhã já lá estou

Como não podia deixar de ser, espera-me muita água… mas em forma de chuva! As previsões não estão famosas e só espero que comecem a melhorar daqui para frente.

Para acompanharem diariamente as temperaturas máximas e mínimas, bem como se chove ou não, é só clicar na imagem seguinte.



quinta-feira, 31 de julho de 2008

Ontem à noite na TVI

FAQ English Channel Swimming with Nuno Vicente

Em muitos sites, mesmo em português, encontramos um link chamado FAQ. Isto quer dizer “Frequently Asked Questions”, ou seja, Perguntas Frequentes…

Ao longo deste últimos anos, muitas foram as entrevistas, muitas delas sem qualquer graça e com as mesmas perguntas de sempre. Por isso estas próximas perguntas serão muito parvas, mas com (talvez sim, talvez não) interesse superior às míticas perguntas: “Como começaste a nadar” ou “ Porquê o Canal da Mancha?”.
O Sonho da Mancha aconteceu realmente?
Pois, quem me conhece bem sabe que tenho alguns distúrbios do sono… e algures numa noite de Novembro de 2005, esse sonho aconteceu mesmo. Só não me lembro se a luz de presença da TV estava ligada, ahahahah.

Qual a coisa mais querida que te disseram antes de partir?
Boa Sorte no suicídio! (por Maria Cunha)

Qual vai ser o maior obstáculo ao longo do Canal?
Provavelmente Alforrecas! Desde a minha 1ª Travessia do Rio Guadiana, tinha eu uns 12/13 anos, fiquei com a ideia que esses bichos asquerosos eram perfeitamente dispensáveis dos nossos mares… Mais a sério, os perigos maiores são: frio, vento, correntes, barcos, distância, visibilidade… e a saúde dos meus dois ombros. Também há que não esquecer as diabólicas gaivotas!

Depois do Canal, qual a próxima loucura?
Férias! O resto é segredo…

Esse mau aspecto é propositado?
LOL… optei por deixar a barba crescer desde há umas 3 semanas… espero poder mostrar aqui uma foto do pormenor mais nas vésperas da Travessia. Acho que me ajuda a suportar o frio da água na zona da cara. A minha mãe é que não gosta nada da brincadeira. A razão disto tudo, foi que cresci sempre a ouvir dizer coisas como: “Isso è para Homens de barba rija!”, ou “ Quando fores para a Tropa…”.

Qual é o teu objectivo de tempo para atravessar o Canal?
Não me lembro de ter sonhado com esse pormenor! Só quero colocar o meu pé em solo francês. Nunca fui a França e parece-me que na 1ª vez sou vou poder lá estar uns 2 minutos…

NOTA: Deixa também a tua pergunta mais estúpida de que te consigas lembrar, que ela será respondida…

quarta-feira, 30 de julho de 2008

Trânsito dos barcos no Canal da Mancha

Querem acompanhar o trânsito dos barcos no Canal da Mancha em tempo real? Só aviso que é pior que o transito no IC19… (clicar na imagem)

Como estão as marés?

Não percam as tabelas de previsão de marés para os próximos dias no Porto de Dover! (clicar na imagem)

terça-feira, 29 de julho de 2008

Olá a Todos!

Vou tentar nos próximos dias passar o máximo de informação sobre este meu SONHO para esta plataforma de informação. Ainda não sei como será em Inglaterra, mas a minha expectativa é de ter acesso à Internet e vos poder informar diariamente de tudo um pouco que irá acontecer entre os dias 2 e 31 de Agosto.

Pois é, vou estar tanto tempo fora. Na verdade tudo isto foi pensado para, caso a meteorologia não me permita sair para o mar nos dias 9-15 de Agosto, possa fazer a tentativa num outro dia sem ter de voltar a Portugal. De qualquer modo espero que corra tudo bem e que dia 10 já esteja de férias e possa ir visitar cada canto das Ilhas Britânicas.

As minhas viagens são as seguintes:
2 Agosto TP 352 10h10 Lisboa / 12h50 London-Heathrow
31 Agosto TP 355 11h40 London-Heathrow / 14h20 Lisboa